SOMOS MULHERES E MENINAS DE TODAS AS IDADES, EM TODA A NOSSA DIVERSIDADE, DE TODAS AS REGIÕES DO MUNDO

Estamos profundamente preocupadas com a falta de justiça e de ações eficazes contra as mudanças climáticas por parte dos líderes mundiais;

Estamos preocupadas com a crescente quantidade de eventos climáticos catastróficos que estão matando pessoas, erradicando espécies e destruindo meios de subsistência e ecossistemas;

Estamos preocupadas com o aumento do nível do mar e com o desaparecimento de superfície terrestre, além das sérias perdas ambientais e humanas causadas por secas, desertificação, acidificação dos oceanos, salinização da água, perdas de safras, poluição do ar, derramamentos de óleo, plásticos e outros poluentes, derretimento das geleiras, verões atingindo temperaturas recorde e invernos frios, além de ciclones fora de época e tsunamis;

Estamos preocupadas por todas as mulheres e pelas comunidades e ambientes em que vivemos, incluindo aquelas de nós advindas de terras indígenas e sociedades oceânicas, os lugares que menos têm contribuído para a ruptura climática mas que estão sofrendo primeiro e mais intensamente os seus impactos;

Nos recusamos a permitir que as corporações controlem o nosso planeta, violem os nossos direitos, ou que sancionem um mundo que prioriza o crescimento e a ganância acima dos direitos humanos, do trabalho decente e igualitário, dos ecossistemas saudáveis e de uma distribuição justa da riqueza;

Estamos preocupadas porque os governos do mundo estão agindo muito lentamente, com poucos esforços e sem a ambição, o comprometimento e o financiamento que serão necessários para parar e reverter a crise climática global;

E estamos abismadas, desconcertadas e indignadas porque o nosso futuro e o futuro de nossos filhos, netos, bisnetos e de todos os seres vivos e ecossistemas, está sendo abandonado a favor de interesses a curto prazo e por falta de visão, liderança e vontade política;

Nos recusamos a permitir que as corporações controlem o nosso planeta, violem os nossos direitos, ou que sancionem um mundo que prioriza o crescimento e a ganância acima dos direitos humanos, do trabalho decente e igualitário, dos ecossistemas saudáveis e de uma distribuição justa da riqueza;

Por último e crucialmente, como mulheres e meninas não estamos apenas enfrentando impactos severos das mudanças climáticas, mas somos centrais para a implementação de soluções reais que produzam reais resultados contra estas mudanças.

As mulheres devem ser parceiras plenas na luta para combater as mudanças climáticas globais!

As mulheres do mundo dizem basta. O momento para a ação urgente é agora.

Devemos enfrentar o poder. Nós exigimos mudanças.

Juntas, estamos criando um movimento massivo por justiça climática. Juntas, nos comprometemos a agir. Nós chamamos todas as mulheres, meninas e todos os nossos aliados para que se unam a nós nesse compromisso e juntem-se à nossa Chamada Global das Mulheres por Justiça Climática.

Mulheres e meninas expressaremos nossas preocupações e entregaremos nossas demandas para que sejam tomadas medidas justas e efetivas contra as mudanças climáticas em todas as arenas e em todos os níveis possíveis – local, regional, nacional e global.

Agiremos por todos os lados – em nossas casas, bairros, praças públicas, hortas, pesqueiros, lugares sagrados e de culto, organizações comunitárias, locais de trabalho e escolas.

Faremos notória a nossa presença nos nossos parlamentos, embaixadas e edifícios de governos locais; nas sedes corporativas dos maiores poluidores e empresas de energia; nas urnas, nas notícias, nas mídias sociais e nas portas da frente de todos aqueles com o poder de mudar a trajetória da injustiça climática.

Vamos falar, cantar, gritar, levantar e ocupar. Formaremos grupos de pressão, organizaremos vigílias, protestos, bloqueios e barricadas. Agiremos nas menores vilas e nas maiores cidades, nas montanhas mais altas, e nos oceanos.

REPRESENTANDO MULHERES DE TODAS AS REGIÕES DO MUNDO, NÓS APELAMOS POR:
  • Mudança sistêmica e não climática.
  • Evitar o aumento de 1.5 graus na temperatura global.
  • Assegurar equidade de gênero e direitos humanos em todas as medidas contra as mudaças climáticas.
  • Manter o petróleo e os combustíveis fósseis no solo.
  • Uma transição para 100% de energia segura e renovável.
  • Implementação de eficiência energética e medidas de conservação em todos os lugares, por parte de todos.
  • Redução de forma dramática e urgente dos padrões de produção e consumo por todas as pessoas, incluindo e especialmente por aqueles que têm contribuído mais para este problema no mundo desenvolvido
  • Comprometimento dos países desenvolvidos para liderar a luta contra a crise climática e para providenciar aos países em desenvolvimento com os meios para mitigar e se adaptar às mudanças climáticas em um espírito de solidariedade e justiça.

Não daremos as costas ao nosso lindo planeta. Nós não rendemos na batalhar para dar um futuro para todas as espécies. Nunca desistiremos da nossa campanha por justiça climática.